o_que_e_a_catarata

Entenda o que é catarata

O que é a catarata?
A catarata é uma alteração caracterizada pela opacidade gradual do cristalino (lente natural do olho) levando a uma piora progressiva da visão. Dados de 2018 afirmam que aproximadamente 50% da população mundial tem incapacidade visual devido a catarata. Portanto, a catarata é considerada a principal causa de cegueira reversível no Brasil e no mundo. A boa notícia é que a catarata é uma causa de cegueira reversível pois, com o tratamento adequado, a cirurgia, o indivíduo volta a enxergar caso não tenha nenhum outro problema de visão.

O que eu sinto quando estou com catarata?
Os pacientes que tem catarata, geralmente acima de 50 anos e idosos, apresentam sintomas como embaçamento visual, dificuldade ou até perda da capacidade de dirigir à noite e executar tarefas diárias como leituras, tricô, diferenciar as cores achando que tudo perdeu o brilho e/ou nitidez. Portanto, se você apresenta ou conhece algum familiar ou amigos com os sintomas acima descritos, continue lendo esse texto para entender melhor sobre a cirurgia de catarata e esclarecer suas dúvidas.

Como é o tratamento? Existe colírio para tratar ?
​ Não existe colírio para o tratamento de catarata. O tratamento consiste unicamente em cirurgia com remoção do cristalino opaco e substituição por uma prótese (lente intraocular). A cirurgia é um procedimento microscópico de alta complexidade e com os avanços da técnica cirúrgica associado à tecnologia e experiência do cirurgião, podem proporcionar ótimos resultados ao paciente com ótima acuidade visual e qualidade de vida.

Como consiste a cirurgia?
A cirurgia tem como objetivo retirar o cristalino opaco e implantar uma lente intraocular. Então, através de uma microincisão o cristalino danificado é aspirado através de facoemulsificação e, em seguida um lente artificial intraocular o substitui. A cirurgia é realizada em apenas um olho por vez. Não há necessidade de internação hospitalar, portanto, o paciente vai para casa no mesmo dia da cirurgia. Importante lembrar que há necessidade de rigoroso padrão de higienização para evitar contaminação tanto no pré e pós operatório.

Quais são os tipo de Lentes intraoculares?
O implante das lentes intraoculares é uma das principais técnicas dentro da oftalmologia que proporciona qualidade de vida aos pacientes, principalmente aqueles com catarata.
A principal função das lentes intraoculares é reestabelecer a visão. Elas são feitas de materiais biocompatíveis o que reduz o risco de inflamação e não existe risco de rejeição do corpo. Diferentemente das lentes de contato elas duram a vida toda.
Como opções para lentes Intraoculares, atualmente além das lentes Monofocais, tóricas ou não tóricas, existem as Multifocais e Trifocais.
Lentes Monofocais:
Existem apenas um ponto focal, portanto é optado para corrigir o grau de longe e dessa forma, após a cirurgia o paciente há a necessidade de corrigir a visão com óculos para atividades de perto. As lentes monofocais podem ser:
Não tóricas: Não corrige o astigmatismo. Ela é indicada para pacientes que não tem astigmatismo ou apresentam baixo astigmatismo.
Tóricas: Indicadas para quem tem astigmatismo acima de 1 Dioptria (um grau)
Lentes Multifocais:
Essas lentes possuem dois pontos focais, um para perto e outro para longe, proporcionando ao paciente visão de longe e de perto.
As lentes Multifocais após a cirurgia possibilitam que o paciente consiga focalizar de longe e de perto, e a principal diferença para a trifocal é que o paciente consegue enxergar de perto a uma distância de aproximadamente 33 – 40 centímetros, a uma distância intermediária de 70-80 centímetros (uso de computadores e painel do automóvel) e também para longe. Dessa forma, as lentes Multifocais e Trifocais podem diminuir a dependência de óculos ou até mesmo livram-se deles.

Quais Lentes é mais apropriado para mim?
Para escolhas das lentes devem ser consideradas as características oculares, capacidade de adaptação e necessidade do paciente. Além disso, a saúde geral e ocular do paciente, bem como sua história familiar, são fatores que influenciam diretamente o resultado cirúrgico.
Para melhor definir qual a lente intraocular mais adequada para o seu caso, converse com seu oftalmologista e juntamente irão definir a lente mais apropriada para você de uma forma personalizada.

Após realizada a cirurgia quais são os cuidados necessário?
Após a cirurgia de catarata o paciente é dispensado de internação hospitalar e pode ir para casa no mesmo dia da cirurgia. O principais cuidados de pós operatório são o uso dos colírios prescrito pelo médico, evitar movimentos de baixar a cabeça, esforço físico, e evitar levar as mãos aos olhos e coçá-los e manter-se em repouso por poucos dias.

Entendendo a Catarata:
A catarata é considerada uma cegueira reversível, ou seja, com o tratamento que é unicamente cirúrgico há possibilidade de o indivíduo voltar a enxergar. A cirurgia consiste em remoção do cristalino opacificado e substituição por uma lente intraocular biocompatível e permanente.
Através dessa lente existe a possibilidade de corrigir além da catarata o grau do paciente podendo proporcionar uma maior independência do óculos ou até mesmo a dispensa dos óculos pois, pode ser corrigido os problemas relacionados a refração como a miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia.


A Clínica Aristófanes Canamary possui médicos oftalmologistas especialistas em cirurgia de catarata. Portanto se você apresenta alguma das dificuldades visuais descritas nesse artigo procure seu médico oftalmologista para que ele possa identificar o motivo da dificuldade visual e, se for o caso, indicar a cirurgia.

Compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email