cera

O que é Ceratocone?

O ceratocone é uma doença degenerativa e hereditária, que faz o afinamento corneano de forma progressiva, até que a córnea se torne uma superfície irregular e lembre o formato de um cone pontudo. É comum o diagnóstico em pacientes jovens, alérgicos e também com doenças ou síndromes sistêmicas. O diagnóstico depende do exame oftalmológico completo, realização de exames complementares e acompanhamento de acordo com a gravidade da doença.

Como posso saber se tenho ceratocone?

Dentre os sinais oftalmológicos suspeitos são: alergia ocular, miopia e/ou astigmatismo altos, alteração grande do grau de óculos (quando há trocas precoces, por exemplo, antes de 6 meses do grau), dificuldade de enxergar mesmo com óculos, fotofobia, dificuldade de adaptação com lente de contato, dentre outros.

Como é realizado o tratamento?

O tratamento tem como objetivos principais: interromper o avanço da doença e reabilitar (melhorar) a visão do paciente.

As modalidades de tratamento incluem:
1- Controle da alergia: Etapa extremamente importante para o controle da doença.

2- Crosslinking: Cirurgia realizada com o objetivo de estabilizar a progressão da doença. Utiliza-se uma vitamina B2 (Riboflavina) e luz ultravioleta para enrijecer (endurecer) a córnea e parar o avanço da doença.

3- Óculos: É possível melhorar a visão do pacientes com uso do óculos em estágios iniciais do ceratocone.

4- Lentes de contato: Quando indicada tem a possibilidade de melhorar a visão dos pacientes com ceratocones em estágios iniciais, moderados e avançados.

5- Anel intraestromal (Anel de Ferrara): Cirurgia com objetivo de regularizar a córnea e permitir melhora visual.

6- Transplante de córnea: Cirurgia indicada para pacientes com ceratocone
avançado, que normalmente não melhora a visão com nenhuma das modalidades anteriores.

Consulta Oftalmológica:

Gosto de lembrar que o diagnóstico precoce pode mudar completamente a abordagem e há maior a chance de controlar a doença e evitar que evolua para a forma grave da doença. Saiba que o Ceratocone tem cura e tem controle.

Assim sendo, vamos lembrar de nos cuidar e fazer as consultas oftalmológicas de rotina de forma anual ou, se necessário, antes conforme orientação do seu médico.

Dra Lívia Rios
CREMEC 24069

Compartilhe esse artigo